• Material didático
    • Apostila - Acidez do solo e calagem.
    • Livro - Manual Internacional de Fertilidade do Solo (IPNI).
    • Correção da acidez do solo em sistema de plantio direto
    • Manejo da acidez do solo a curto e a longo prazo.
    • Boletim técnico 1 - Acidez do solo e calagem (ANDA)
    • Boletim técnico 6 - Corretivos da acidez do solo (ANDA).
    • Aula - Acidez do Solo e Calagem
  • Unidade 1 - Acidez do Solo
    • Unidade 1
  • Unidade 2 - Poder tampão do solo.
    • Unidade 2
  • Unidade 3 - Calagem
    • Unidade 3
  • Unidade 4 - Características dos materiais corretivos: escolha do calcário
    • Unidade 4
  • Unidade 5 - Métodos de recomendação de calagem
    • Unidade 5
  • Unidade 6 - Cálculos de necessidade de calagem (Al e Ca+Mg)
    • Unidade 6 - Cálculos de necessidade de calagem
  • Unidade 7 - Cálculos de necessidade de calagem (Método V%)
    • Unidade 7 - cálculo usando V%
  • Unidade 8 - Época e modo de aplicação do calcário
    • Unidade 8 - Aspectos importantes para a aplicação da calagem
  • Unidade 9 - Gessagem
    • Unidade 9 - Gessagem
  • Unidade 10 - Quando recomendar gessagem
    • Unidade 10 - quando recomendar gessagem
  • Nova fórmula de gessagem agrícola proposta por Caires & Guimarães (2018)
    • Nova fórmula de gessagem agrícola proposta por Caires & Guimarães (2018)

Descrição do curso

Os solos do Brasil, de modo geral, se caracterizam pelo acentuado grau de intemperismo e pela sua acidez. O fato de o relevo do Cerrado ser antigo significa que os seus solos foram bastante trabalhados pelos agentes intempéricos (clima, água, vento). Esse processo de intemperismo ocorreu por meio da lixiviação, o que diminuiu, em elevado grau, a sua fertilidade ao longo do tempo.

O Curso de Acidez do Solo e Calagem foi preparado para atender profissionais e estudantes que buscam aperfeiçoamento nesta área, haja visto a importância deste assunto para o setor agropecuário. 

O sucesso da prática da calagem depende especificamente de três fatores: da dosagem adequada, do produto (das características do corretivo utilizado) e da aplicação correta.

No presente treinamento, pretende-se abordar as diferentes formas de acidez no solo e como ela ocorre, e apresentar os diferentes tipos de corretivos da acidez dos solos com suas respectivas características e discutir as interpretações técnicas pertinentes.

Categoria: Solos

Informações gerais

Conteúdo
  • Tipos de Acidez do solo
  • Poder tampão
  • Calagem
  • Características dos materiais corretivos
  • Escolha do calcário
  • Métodos de recomendação de calagem: V%; Al e Ca+Mg
  • Cálculos da necessidade de calagem
  • Época e modo de aplicação do calcário
  • Fatores que afetam a distribuição
  • Fatores para o sucesso da calagem
Objetivo

Abordar as diferentes formas de acidez no solo e como ela ocorre;

Apresentar os diferentes tipos de corretivos da acidez dos solos com suas respectivas características, discutindo as interpretações técnicas pertinentes;

Realizar os cálculos dos diferentes métodos baseado na elevação da saturação por bases (V%) e do Al e Ca+Mg.

Público-alvo

Aqueles que desejam iniciar a aprendizagem nesta atividade, proprietários rurais, agricultores, técnicos agrícolas, engenheiros agrônomos, profissionais que já trabalham com “Análise de Solo e recomendação de calagem”, mas querem se reciclar e demais interessados em buscar capacitação profissional.

Metodologia

O curso é ministrado dentro de um contexto teórico-prático, sobre as principais caraterísticas de solos de Cerrado, amostragem, contexto da análise de solo e sua correta interpretação, de forma com que os participantes aprendam recomendar corretivos e fertilizantes. 

Apostila customizada com conteúdo exclusivo elaborado pelos instrutores do curso, material complementar (apostilas e livros em pdf) e exercícios.

Certificado

Professores

 Msc. Wellington de Azambuja Magalhães: Possui graduação em Agronomia pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), campus de Cáceres – MT (2010), Mestrado em Agronomia, com ênfase em física do solo e sistemas integrados, pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Campus de Sinop-MT (2015) e atualmente é Doutorando em Agricultura Tropical pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Campus de Cuiabá-MT. Atua como instrutor do Senar-MT e professor esporádico na Pós-Graduação em Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas pela Universidade de Cuiabá (UNIC).